Imprimir
 

O que vocs vo fazer para aproveitar essa crise?, indagou o palestrante na abertura da Expoagas 2017

O economista, apresentador do programa Manhattan Connection e presidente da Ricam Consultoria, Ricardo Amorim, abriu as palestras da 36ª Convenção Gaúcha de Supermercados - Expoagas 2017, na manhã desta terça-feira (22). Amorim falou sobre as oportunidades e estratégias no varejo e iniciou sua apresentação mostrando otimismo quanto ao cenário econômico do país. “A expectativa dos brasileiros quanto à economia não é boa. Mas depois de situações como essa, geralmente acontecem os grandes  momentos econômicos”, afirmou o palestrante. Ricardo acredita que o setor supermercadista sentiu os impactos da crise, mas projeta uma melhora no quadro nos próximos meses. 

Amorim destacou que os acontecimentos políticos impactam diretamente na economia. Segundo o palestrante, quando a confiança da população melhora, acontece o mesmo com a expectativa em relação à economia. “E assim, quando o aspecto econômico fica melhor, há mais investimentos, mais emprego e uma recuperação de consumo”, explicou. “Com mais oportunidades de emprego, vamos ter uma expansão de crédito, o que vai gerar a diminuição da inadimplência. Esse processo está acontecendo aos poucos, mas vai se concretizar”, acredita. 

De acordo com economista, está acontecendo a volta da “nova classe média”, o que vai causar impacto no varejo. “As oportunidades de emprego estão voltando, e com isso, há um aumento de renda que gera uma expansão no consumo, contribuindo para os supermercados”, projeta. “Hoje temos mais gente no supermercado, então vocês estão no setor certo na hora certa”, afirmou o palestrante. 

Amorim finalizou sua palestra destacando que a crise é a “hora certa” para inovar. “Os momentos difíceis nos obrigam a mudar para melhor, são uma espécie de empurrão. Portanto, vamos usar a crise para ficar mais fortes no mercado, melhorar os serviços e o atendimento”, aconselhou. Ele também lançou um desafio em forma de questionamento ao público: o que vocês vão fazer para aproveitar essa crise? 

Após a palestra de Ricardo Amorim, juntaram-se a ele o consultor na indústria farmacêutica e em gestão de varejo Ari Girotto; o advisor na Advent International e ex-presidente do Grupo Sonda, José Barral; e o diretor-presidente da Supermercado Moderno, Sergio Alvim, para debater sobre o setor. O primeiro assunto discutido foi o “atacarejo”.  De acordo com Barral, esse segmento é um modelo que visa também a atender o pequeno comerciante. “O consumidor sempre terá vontade de comprar e vai fazer isso onde for atendido melhor”, explicou. Outro assunto debatido entre os profissionais foi o varejo farmacêutico. O executivo da área, Ari Girotto, acredita que o setor cresceu muito e vê uma mudança de comportamento dos consumidores. “Temos que entender o consumidor, o que ele precisa quando nos procura. Tendo essa compreensão, teremos melhores resultados”. refletiu. Girotto também destacou a importância do investimento em treinamento das equipes e tecnologia. 

Os palestrantes encerraram falando sobre a importância da área digital no setor. “A tecnologia veio pra ficar, mas não elimina as outras possibilidades. Elas caminham juntas”, opinou Ricardo Amorim. Sergio Alvim finalizou o debate destacando que as empresas devem estar preparadas para o que está por vir em relação a essa área. 


Autor: Gabriel Campos Machado
Fonte: Imprensa Agas com Enfato

Imprimir