TV CONSUMIDOR Bah! TV ONLINE TOP Consumidor NOTÍCIAS RECOMENDAMOS QUEM SOMOS CONTATO  
“Queremos uma Fecomércio mais aberta e colaborativa”
   
     
 


12/01/2022

“Queremos uma Fecomércio mais aberta e colaborativa”
Diz Kruse ao lançar candidatura à presidência da entidade

Com propostas focadas no futuro e na competitividade do setor produtivo gaúcho, o empresário Paulo Kruse lançou oficialmente, nesta terça-feira (11), em evento virtual, sua candidatura à presidência da Fecomércio-RS. Os principais compromissos da campanha “Novos Tempos, Nova Atitude” foram apresentados em live que contou com a participação de diversos apoiadores, empreendedores e lideranças. 

Ao explicar os motivos que o levam a concorrer, Kruse destacou que representa um grupo que busca a união do setor em um momento tão definidor para o futuro dos negócios, em especial das micro, pequenas e médias empresas do comércio de bens, serviços e turismo, responsáveis por 53% do PIB gaúcho. Manter a competitividade, segundo o empresário, é um dos grandes desafios dessas empresas e das entidades relacionadas. 

“Eu entendo que o desenvolvimento do Estado e do nosso setor precisa de soluções pensadas e colocadas em prática por lideranças unidas. Não há espaço para ficarmos acomodados. O mundo se transformou e a Fecomércio precisa acompanhar essa evolução, que inove em seus processos e trabalhe pelo futuro do nosso setor, pela sustentabilidade dos nossos sindicatos”, acrescentou. 

Ao detalhar suas propostas, Kruse listou cinco “compromissos com o futuro”, entre eles a criação do Núcleo de Competitividade, a ativação do Centro Empresarial do Comércio de Bens e Serviços, o incentivo a convênios de multirrepresentatividade e o apoio aos sindicatos na geração de autossustentabilidade e inovação. “Queremos uma Fecomércio-RS mais aberta, oxigenada, voltada para o interior e unida, que dialogue, amplie os espaços de debate e participação e forme novas lideranças”, completou, defendendo também mudança no estatuto da entidade para permitir apenas uma recondução. Hoje, não há limites de mandatos para o presidente. “Meu compromisso é permanecer somente quatro anos à frente da Fecomércio-RS”, enfatizou.  

Empresários e lideranças que acompanharam o ato virtual deram depoimentos ao vivo ou participaram por meio de vídeos manifestando apoio à candidatura de Kruse e destacando sua capacidade de liderança. Entre eles, o proprietário da rede de lojas Havan, Luciano Hang. “O Rio Grande do Sul precisa de lideranças que trabalhem pelo associativismo, pelo desenvolvimento, pela desburocratização, pela modernização, por um Estado cada vez maior. Parabéns, Paulo, por colocar o seu nome à disposição e lutar pelos comerciantes”, disse. 

A atuação de Kruse na pandemia, em defesa da atuação do setor, com os devidos cuidados, também foi valorizada em diversos testemunhos. “O Paulo foi o grande líder nesse período. Conseguiu reunir as entidades empresariais e atuou de forma republicana no sentido de buscar as melhores alternativas, ouvindo e valorizando a opinião de todos”, destacou Irio Piva, presidente do CDL Porto Alegre. 

CINCO COMPROMISSOS COM O FUTURO

·       Criação do Núcleo de Competitividade da Fecomércio-RS

·       Ativação do CCERGS (Centro Empresarial do Comércio de Bens e Serviços

·       Apoio a municípios que perderam balcões SESC/Senac e o incentivo a Convênios de Multirrepresentatividade

·       Apoio aos sindicatos na geração de autossustentabilidade e inovação

·       Maior efetividade das ações da Fecomércio-RS junto aos sindicatos

DEMAIS PROPOSTAS

·       Reformulação do estatuto da Fecomércio-RS, para que seja possível apenas uma reeleição, com o compromisso de ficar apenas quatro anos na presidência

·       Criação da Escola de Líderes, a fim de preparar os próximos presidentes e diretores da Fecomércio

·       Mudança na atuação da diretoria, fazendo com que os membros deixem de ser apenas uma instância consultiva e passem a ser uma instância deliberativa

·       Reedição das regionais da Fecomércio-RS, com a atuação baseada na similaridade econômica das regiões

·       Criação do Fórum de Planejamento, para a discussão de temas como estrutura e organização sindical, repasses e contribuições

·       Maior autonomia às comissões de trabalho, a fim de que elas tenham liberdade para analisar cenários e propor soluções

·       Criação de um Núcleo Político-institucional que atue de maneira 100% junto aos poderes das esferas federal, estadual e municipal

·       Aproximação com o Sebrae, propiciando desenvolvimento de um conjunto de ações que priorize os setores do varejo e do comércio de bens e serviços, como capacitações, feiras e eventos

Trajetória

Paulo Kruse nasceu em São Sebastião do Caí, é técnico em Contabilidade e cursou Administração de Empresas na Unisinos. Ao lado da esposa e dos filhos, é proprietário da Patchwork, rede especializada em vestuário feminino com lojas espalhadas em diferentes pontos da Capital.

Está em seu segundo mandato como presidente do Sindilojas Porto Alegre. Em suas gestões, foram promovidas diversas ações que deram relevância nacional à entidade da Capital. Prova disso é que a Feira Brasileira do Varejo, promovida pelo sindicato, hoje é o maior evento do setor no país. 

Nesse período, a entidade também inaugurou o Conectar Hub, que é hoje um dos espaços de colaboração mais modernos da Capital, consolidando uma trajetória marcada por características como inovação e colaboração.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Autor: Renan Arais
Revisão e edição: de responsabilidade da fonte
Autor da foto: Divulgação


Imprimir Enviar link

   
     
 
Comentários
 0 comentários


   
       
     



     
   
     
   
     
 



























 
     
   
     
 
 
 
     
 
 
     
     
 
 
       

+55 (51) 2160-6581 e 99997-3535
appel@consumidorrs.com.br