TV CONSUMIDOR TVU ONLINE FEDC - RS NOTÍCIAS RECOMENDAMOS QUEM SOMOS CONTATO  
Dinheiro no Lixo
   
     
 


28/07/2017

Dinheiro no Lixo
Artigo de Vitor Augusto Koch Presidente da FCDL-RS

A vida nos ensina muitas coisas. Uma das principais é ser inabalável nas posturas de cunho ético.

Eventualmente há maus comerciantes que se aproveitam da ingenuidade de clientes, parceiros ou fornecedores e acabam levando vantagem financeira indevida.

No entanto, o mercado é implacável; em pouco tempo ele “fica queimado na praça” e a loja acaba fechando.

Na verdade, o vacilo ético, cedo ou tarde, desmoraliza aqueles que o pratica.

Este raciocínio nos remete a falar sobre a inaceitável alta dos combustíveis causada pela majoração das alíquotas de PIS/COFINS.

A justificativa para tal aumento da carga fiscal foi o elevado déficit das contas públicas federais de maio e junho.

Os dados do governo: nos dois meses em questão, o caixa da União ficou no vermelho em R$ 49,17 bilhões, o que comprometeria a meta fiscal do ano e justificaria subir ainda mais a carga tributária da população.

Só que a realidade dos fatos é diferente deste valor impressionante.

As autoridades econômicas resolveram antecipar o pagamento de contas (precatórios) que só venceriam em dezembro.

O valor total deste adiantamento de despesa foi de R$ 20 bilhões. Ou seja, o déficit real seria de US$ 29,17 bilhões, o que estaria dentro dos padrões orçamentários fixados no ano passado... apesar de lamentáveis!

Voltando para o comércio, isto seria como pagar adiantado o fornecedor para mostrar ao sócio desavisado que o negócio está dando prejuízo e pedir mais dinheiro a ele para cobrir o rombo pré-fabricado.

A alta da PIS/COFINS sobre combustíveis e outros prováveis impostos que subirão pela frente não tem justificativa moral.

Lembremos que nas últimas semanas o governo federal abriu as torneiras de dinheiro para irrigar o Congresso Nacional com recursos para emendas parlamentares, como pedágio político para evitar denúncias do Poder Judiciário.

Quem está sem recursos não teria como fazer isto.

Falando em aumentar impostos, como está a segurança pública? A saúde? A infraestrutura? A educação? Será que pagar mais tributos vai melhorar, pelo menos um pouco, estes serviços públicos?

Não há mentira quando alguém argumenta que a situação financeira do Brasil é péssima.

Porém, já está provado que dar mais dinheiro a quem não tem capacidade de gestão é simplesmente jogar mais riqueza no lixo.

Vitor Augusto Koch, Presidente FCDL-RS

Fonte: Vitor Augusto Koch
Autor: O autor
Revisão e edição: de responsabilidade da fonte

Imprimir Enviar link

   
 
   
 
Comentários
 0 comentários


   
       
     



     
   
     
   
     
 







































 
     
   
     
 
 
 
     
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
   
 
 
       
Rua Dr. Flores n. 263, conjunto 1101
CEP: 90020-122 - Porto Alegre/RS
+55 (51) 3321.3535 / 9997.3535
appel@consumidorrs.com.br